Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Internacionalismo

 

A minha estada na Noruega teve que ver com duas palestras que vim fazer sobre a reforma das operações de manutenção da paz e a segurança internacional.

 

A Noruega, depois de três ou quatro anos de recuo e de introspecção, está novamente na vanguarda da reflexão internacional sobre estas matérias. NUPI, o instituto norueguês que se ocupa da investigação sobre política internacional, um centro altamente prestigiado, está a investir recursos significativos nas questões globais de segurança . Em finais de Junho patrocina, em Genebra, uma reunião técnica sobre os novos desafios na área da manutenção da paz e das intervenções militares.

 

Por outro lado, a minha amiga Ingrid, uma jovem com uma capacidade de mobilização invulgar, e com uma beleza viking que faz perder a cabeça dos mais jovens, que os velhos como eu já não têm idade para essas coisas, conseguiu transformar o debate sobre o apoio norueguês à ONU num assunto que interessa à opinião popular.  Enquanto membro do comité das relações internacionais do Partido Trabalhista, esteve em contacto com todas as secções de base do partido, o que as levou a discutir o estado da relação entre a Noruega e as Nações Unidas. A maioria das secções tomou uma posição pública sobre o assunto.

 

Disse-lhe ontem, ao jantar, que isso não acontece em mais nenhum país europeu. O sentido internacionalista está muito mais desenvolvido na Noruega do que nos Estados da UE.

O hospital das areias

 

Foi hoje inaugurado o hospital militar Norueguês, na nossa base militar de Abéché. Em menos de três meses, nasceu das areias do deserto de Abéché uma maravilha tecnológica.

 

Os militares da Noruega trabalharam de noite, para que os trabalhos de construção fossem feitos durante as horas mais frescas. Durante o dia, a temperatura ronda os 50 graus. De noite, desce para os 28. Com uma disciplina, um sentido de serviço, e uma capacidade de fazer coisas que até os Austríacos deixou pasmados.

 

Um povo com um forte sentido de responsabilidade faz surgir milagres das terras mais inóspitas que se possam imaginar.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D