Portugal é grande quando abre horizontes

16
Mai 19

Ganhar agora sem ter em conta os custos futuros. Esta é a filosofia dos oportunistas políticos. Por isso, a melhor resposta que lhes podemos dar consiste em explicar esses custos. Ou, pelo menos, tentar antever as consequências daquilo que propõem.

O oportunismo leva ao descrédito, à falta de confiança na política. Mas, acima de tudo, baseia-se na falsidade e destrói o futuro.

publicado por victorangelo às 14:25

14
Mai 19

Na parte francófona da Bélgica, 53% dos inquiridos responderam que seriam a favor de um cartão de cidadão europeu, em vez do nacional. Contra, pronunciaram-se 42%.

Esta questão faz parte de um conjunto mais vasto de interrogações e de reflexões sobre a promoção da cidadania europeia. Pessoalmente, penso que se trata de um debate saudável. O futuro da Europa só fará sentido se for vivido, no essencial, de modo partilhado. E debater estas coisas não retira nada da personalidade cultural e histórica de cada nação. O passado conta e fez de cada país europeu o que ele hoje é. Mas o futuro conta ainda mais e esse tem toda a vantagem em ser construído em cooperação.

publicado por victorangelo às 20:59

10
Mai 19

É um excelente político, perito na arte de bem confundir sempre que mete o pé na argola.

publicado por victorangelo às 20:42

08
Mai 19

Ficar parado, à espera do futuro, não é solução.

publicado por victorangelo às 20:14

E se a resposta for não, qual é a alternativa?

publicado por victorangelo às 20:12

Mesmo quando o problema é complicado, uma resposta elegante é já uma boa parte da solução.

publicado por victorangelo às 20:08

Na acção política, agir como um tacticista leva ao descrédito. Com o tempo, as pessoas perdem a confiança. E sem confiança não há política que valha.

publicado por victorangelo às 16:36

04
Mai 19

Para mim, a política é uma questão de projecto. Desenha-se um sonho que depois se põe à votação dos eleitores. Para os oportunistas, a política apenas ambiciona conquistar o poder e, depois, tudo fazer para o manter. É um jogo de interesses pessoais, que nada tem que ver, a não ser por acaso, com o bem comum e uma melhor gestão do que é do domínio público.

publicado por victorangelo às 16:41

24
Abr 19

A grande lição que tiro da maneira como muitos responderam, em França, ao incêndio da catedral de Notre-Dame é clara. Mostra-me a importância da história, dos valores e dos símbolos que definem a identidade de um povo. Não é uma questão religiosa, nem um menosprezo pelas dificuldades da vida que muitos enfrentam.

publicado por victorangelo às 20:50

É tudo a disparar primeiro e a reflectir, quando reflectem, depois. Ou seja, continuamos a discutir o percurso de vida e a personalidade do mensageiro, em vez de nos interrogarmos sobre a mensagem, o seu conteúdo, alcance e implicações.

publicado por victorangelo às 14:30

twitter
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12

22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO