Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Vistas largas

Crescemos quando abrimos horizontes

Reflexões de viagem

O mosteiro de Strahov, numa colina vizinha do castelo de Praga, com uma vista espectacular sobre a cidade, data do ano 1140. É um complexo vasto, bem desenhado e ricamente construído. Como muitas outras igrejas de Praga, revela não só as raízes antigas da cidade como a imensa riqueza da região, através da história.

 

Nota-se, assim, que esta parte da Europa teve meios económicos excepcionais. Não resultaram das expoliações coloniais, nem de razias levadas a cabo nas terras dos outros. Foram criados localmente e expoliados às populações autóctones desses tempos. Ou seja, existiu, nestas paragens, uma capacidade para criar mais-valias de valor considerável. O trabalho das pessoas locais foi o factor determinante.

 

Creio que continua a existir a mesma capacidade, pois há disciplina, respeito pelo bem comum e grande empenho das populações. O fundamental  é que a riqueza de agora sirva para financiar um desenvolvimento harmonioso.

 

Esta é uma uma Europa que se mexe e que acredita.

 

Andamos todos em campanha

 

Copyright V. Ângelo

 

Para os barões políticos que andam em campanha e cavalgam um mundo de ilusões e fantasias, estes cavalinhos de madeira dariam muito jeito. Estão bem adaptados ao ritmo circular, o andar à volta sem sair do mesmo sítio, que é, aliás, muito próprio dos nossos queridos líderes.

 

Não serviriam para grande coisa, nestas muitas horas de caminhada que são necessárias para percorrer Praga. Como também não serviria para muito trazer até esta cidade o homem da câmara de Lisboa. É verdade que Praga é uma cidade impecavelmente limpa, bem organizada, cheia de animações de rua que põem em destaque a cultura checa e dos povos vizinhos. Mas o homem de Lisboa sabe isso, tão bem como todos nós. Só que é, como tantos outros, incompetente. A arrogância com que se passeia na vida da política da nossa capital esconde, apenas, a incapacidade de fazer coisas com resultados.

 

Mas, não está só. Há muitos mais assim.

 

 

Praga

Estou em Praga desde esta manhã. À tarde, passei cinco horas a visitar o Castelo. Cinco horas! Milhares de turistas. Impressionante. Só que o meu joelho direito, antigo jogador a sério de ténis, não gostou muito da brincadeira. Acha que estas coisas, tal como a beleza humana, são para ver com tempo.

Disse-me, aliás, que eu parecia o Paulo Portas em campanha, a cem à hora, a apertar mãos às cegas, com a mesma indiferença de quem corre a corta-mato.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

<meta name=

My title page contents

Links

https://victorfreebird.blogspot.com

google35f5d0d6dcc935c4.html

  • Verify a site
  • vistas largas
  • Vistas Largas

www.duniamundo.com

  • Consultoria Victor Angelo

https://victorangeloviews.blogspot.com

@vangelofreebird

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D