Portugal é grande quando abre horizontes

24
Jun 15

O diário francês “Les Echos”, um jornal que sabe fazer contas e que escreve sobre a economia e as empresas, perguntou a uma amostra de leitores “que significa ser rico”.

Em termos salariais, a resposta foi clara: ter um ordenado mensal líquido superior a cinco mil euros. Esse seria o limite mínimo. 28% dizem, no entanto, que é preciso ter um salário mensal líquido superior a 10 mil euros. Creio que estes estão mais perto da verdade, tendo em conta o custo de vida em França.

Já no que respeita ao património, os inquiridos pensam que é preciso ter pelo menos o equivalente a 500 mil euros, no conjunto dos bens imobiliários e mobiliários, livres de hipotecas e de empréstimos. Também aqui, temos 16% que afirmam que o mínimo de património necessário para que uma pessoa possa ser considerada rica deveria ser pelo menos um milhão de euros.

Onde quase todos estão de acordo é quando dizem que “parece mal” ser rico. 78% assim o considera. Mas, ao mesmo tempo, a grande maioria – cerca de três pessoas em cada quatro – acha que é “uma boa coisa” procurar ser-se rico.

Interessante.

E como seria a coisa, em Portugal?

publicado por victorangelo às 20:37

twitter
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Ricos franceses

subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO