Portugal é grande quando abre horizontes

30
Nov 14

O Congresso do Partido Socialista correu bem. A autoridade de António Costa saiu reforçada. A maneira como organizou o Congresso mostrou, uma vez mais, que se trata de um político hábil. O Secretariado Nacional que escolheu tem um ou dois nomes que não deveriam lá estar, mas no essencial, vai constituir uma equipa capaz de apoiar a liderança.

Com um Congresso sem falhas de maior, o PS continua numa dinâmica de vencedor. É hoje um partido mais forte e com melhores condições para tirar vantagem do estado de descontentamento em que se encontra o país. É verdade que as eleições só ficam ganhas depois do último voto ter sido contado. E que daqui até às próximas ainda haverá muito por acontecer. Mas a corrida está nitidamente a favor de António Costa e dos seus.

publicado por victorangelo às 22:03

twitter
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13


28



<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO