Portugal é grande quando abre horizontes

28
Out 14

Não bate a bota com a perdigota quando se é candidato a líder e se mistura alhos com bugalhos. Fica a impressão que a promessa e a realidade não coincidem. Liderar exige muito trabalho, muita dedicação, muita seriedade. Não é um passatempo, nem um exercício de autoestima nem uma mera conversa para encher espaço na televisão.

A começar assim, estamos fritos. Uma vez mais.

publicado por victorangelo às 20:08

twitter
Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
14

24



<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO