Portugal é grande quando abre horizontes

05
Set 19

Ninguém sabe qual é a percentagem de políticos dispostos a colocar os interesses colectivos acima das suas ambições pessoais. Nem há maneira de estimar, mesmo grosseiramente, essa proporção. Não serão muitos, infelizmente.

Mas, existem.

O que se passou esta semana, no Partido Conservador britânico, revelou alguns. E hoje, o pedido de demissão de Jo Johnson, o irmão de Boris, acrescentou mais um nome à lista. Gente assim dá credibilidade à política. O problema é os líderes dos partidos não gostarem de pessoas com a coluna vertebral direita. Transformam, assim, a política num palco de corcovados ambiciosos e obsequiosos.

publicado por victorangelo às 21:31

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


twitter
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

18
19
20
21

28



subscrever feeds
<meta name=
My title page contents
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO